QUEIMA ISTO (Burn This) de Lanford Wilson

Teatro Nacional D. Maria II . Sala Estúdio 

Tradução e Encenação:

Graça P. Corrêa

Cenografia: Luis Balula; Figurinos: Maria Gonzaga; Luz e Sonoplastia: Carlos Arroja; Apoio às cenas de luta: Eugénio Roque; Assistente de Produção: Teresa Rouxinol; Fotografia: Pedro Soares; Produção: ArtCom; Co-Produção: Teatro Nacional D. Maria II; Financiamento: Ministério da Cultura; Com: António Filipe, Elsa Galvão, Fernando Luís, Paulo Nery.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comédia dramática sobre relações improváveis, Queima Isto explora os caminhos pessoais e os riscos necessários de quem deseja empreender uma vida criativa. A acção desenrola-se num loft no Lower East Side em Manhattan, onde co-habitam Larry (artista publicitário) e Anna (bailarina e coreógrafa) cuja relação constitui o pano de fundo relacional da peça, entre um homem gay e uma mulher independente. O choque entre Burton (noivo de Anna) e Pale (seu amante ocasional) é o catalizador do conflito que irrompe quando pessoas vindas de mundo diferentes colidem. Ao explorar a natureza do erotismo, do sexo e do amor na cultura contemporânea, a peça desafia os actos quotidianos da vida a tornarem-se em gestos artísticos genuínos, para em seguida os dissipar, como quem “queima isto”.

Maio 2002

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *