despertaDOR – põe-te no lugar deles

por Ana Marques. Instalação tridimensional com vídeo e realidade aumentada. O título despertaDOR representa o exacto sentido da obra, que pretende transmitir uma mensagem, consciente de que o faz através do despertar de algum incómodo, que pode ser “dor”, dependendo da sensibilidade do espectador. O projeto foi apresentado na ParatissimaLisboa, que teve lugar em Alfama em Julho de 2016. Posteriormente integrou a mostra da XIX Bienal de Cerveira, em Vila Nova de Cerveira, estando agora disponível para ser apresentado em outros contextos. A OBRA A obra tem a forma de um cubo gigante que se assemelha a uma jaula e é …

DESASSOSSEGOS – instalação generativa, nervosa e inquietante

por Pedro Alves da Veiga. DESASSOSSEGOS: Imagens inquietas pairantes como pensamentos que insistem em voltar, sons que se interligam com a vida e a memória, as opiniões dos outros que nos desassossegam, a facilidade com que mecanicamente tudo reduzimos a 4 ou 5 expressões… as notificações que nos perseguem. Baseado na personalidade de Fernando Pessoa e em fragmentos do Livro do Desassossego, esta instalação reage ao posicionamento e movimentos do interactor, ao seu “desassossego”, fazendo girar as múltiplas imagens de uma vida que podia ser a nossa – talvez seja a nossa – numa sucessão onírica de associações: imagens, textos, sons, …

NO TIME, NO SPACE, ONLY FLOW – instalação generativa de fusão visio-espaço-temporal

por Pedro Alves da Veiga. NO TIME, NO SPACE, ONLY FLOW é uma instalação interactiva que utiliza imagens captadas por uma webcam, desconstruindo-as e usando pequenas amostras do original, em que se misturam momentos do passado e do presente num fluxo perpétuo, sem tempo, sem espaço. Apenas um fluxo. Programado em Processing.