PEDRO ALVES DA VEIGA

Pedro Alves da Veiga é um artista transdisciplinar, finalista do Doutoramento em Média-Arte Digital e investigador do Centro de Investigação em Arte e Comunicação, desenvolvendo ainda atividade artística em assemblage, programação criativa generativa e áudio-visuais digitais. Tem carteira de músico profissional, tendo editado dois discos com a Polygram, desenvolveu sonoplastia e videografia para teatro em produções do Bescénico, UAU e ArtCom. Tem apresentado várias comunicações científicas em conferências e publicações científicas especializadas. Participou da fundação, desenvolvimento e venda de duas empresas de TI, tendo recebido vários prémios de webdesign e multimédia.

No campo das artes visuais participou em várias exposições coletivas de arte desde 2001 e expôs individualmente na Quinta da Regaleira, em Sintra, em 2012, com mais de 6.000 visitantes ao longo de três meses, na StoryTailors Store, em Lisboa, em 2013, na Galeria Municipal de Monsaraz – Igreja de Santiago, integrado no programa Monsaraz Museu Aberto (2014), Fábrica Braço de Prata (Lisboa, 2015), e na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos (Amadora, 2016). 

Apresentou ainda obras de média-arte digital nas conferências Expressive CAe 2016 e Ciência 2016, Bienal de Cerveira (Vila Nova de Cerveira, 2015), INVITRO (Lisboa, 2015), Festival Paratissima (Lisboa, 2016), Heritales (Évora, 2016), Artech 2017 (Macau, 2017) e Galeria Municipal TREM (Faro, 2018).

Descubra mais sobre Pedro Veiga aqui.